cross colum 1

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Problemas na compostagem ou minhocário? Leia e solucione!

      Escrevo esse post hoje, para ajudar aqueles que estão tentando produzir o substrato ou húmus em casa através de compostagem ou minhocário e estão tendo certas dificuldades.

      Os problemas mais frequentes no caso da compostagem são a presença de, larvas, moscas e mal cheiro, e no caso da vermicompostagem(minhocário) os maiores problemas são:  minhocas morrendo desidratadas ou minhocas fugindo da caixa e suicidando-se.

      Percebo frequentemente que estas situações muitas vezes fazem com que  os novos entusiastas desistam de seus projetos prematuramente, sem nunca descobrir o que houve de errado, isso me deixa bastante chateado, pois sei por experiencia própria que muitas vezes uma simples e pequena mudança no modo de compostar,  já é o suficiente para eliminar o erro, começando a produzir definitivamente um substrato de qualidade para suas plantas.





Dicas para Compostagem

A compostagem normal é feita através fermentação/decomposição da matéria orgânica utilizando micro organismos presentes no meio, e para essa reação ocorrer numa velocidade adequada precisamos entender alguns conceitos:

1- Escolha do Recipiente: Antes de começar o ideal é que encontre um recipiente fechado mas furado, com furos minúsculos, para escorrer o churume para um outro recipiente e entrar oxigênio no meio.

2- Começando a pilha: Sempre que for iniciar uma pilha de compostagem insira um pouco de terra no fundo, essa terra trará micro organismos que irão ajudar na degradação das matérias (inoculante).

3-Relação Carbono/Nitrogênio: Existe uma relação que deve ser seguida para se ter uma boa compostagem, toda vez que formos inserir itens para aumentar nossa pilha   de compostagem devemos levar em conta a quantidade de cada material, dessa forma a cada parte de matéria rica em nitrogênio (restos de alimentos, estercos, borra de café e cascas de ovos e etc..) que adicionarmos, devemos colocar também outras duas partes iguais de matéria rica em carbono (serragem, palhas, folhas secas, restos de poda, papel picado, papelão e etc..), com isso garantimos a chamada relação carbono/nitrogênio de 30/1, o que nos proporciona um melhor produto final, sem perdas de nitrogênio para o meio, evitando o famigerado mau cheiro.

4- Alimentos picados: Colocando alimentos picados ou triturados na sua composteira, você aumenta muito a velocidade do processo, pois quando aumentamos a área de contato entre as substancias a reação ocorre muito mais rápido devido a maior interação entre as moléculas.

5- Composteira no sol: Diferente do minhocário, a composteira padrão pode ir ao sol e essa iniciativa também garante a rapidez do processo, quanto maior a temperatura de uma reação mais rápido ela ocorre, por isso o sol nesse caso age como um catalisador desta reação.

6- Revolva seu bolo: Todos os dias você deve dar uma mexida na sua composteira, isto ajuda a entrar oxigênio, no processo, aerando o meio e acelerando o processo, nunca deixando seu aparato aberto, pois isso pode trazer insetos indesejados que botam ovos no composto e criam larvas e vermes indesejáveis.

Dicas Para vermicompostagem (minhocário)

Diferente da compostagem padrão, na qual produzimos substrato provindo de uma reação de decomposição de elementos, na vermicompostagem, produzimos húmus através de um processo biológico, onde alimentamos minhocas de preferência californianas,  com matéria orgânica ou substrato e utilizamos as fezes desses animais que ficam alojados no meio, como esterco para adubar nossas plantas.



1-Mantenha o meio Úmido: Entendo que este processo seja mais simples que a compostagem padrão e a melhor dica que posso dar a vocês é que mantenham o meio úmido, um minhocário precisa ser úmido e essa é a principal regra, pois caso o meio fique muito seco suas minhocas apodreceram dentro da caixa e morreram desidratadas, e caso o meio fique muito molhado suas minhocas vão fugir da caixa e se suicidaram na parte de fora.

2- O sol é inimigo: Nunca coloque no sol seu minhocário, isto aumentará a temperatura dentro da caixa e deixará suas minhocas extremamente irritadas e desidratadas, e aconselhável um local arejado de preferência escuro, como um porão ou uma garagem com laje ou galpão arejado.

3-Cuidado ao Mexer: Quando for mexer na caixa, muito cuidado para não machucar as minhocas, a dica aqui é a seguinte, como minhocas odeiam a luz, caso precise mexer, coloque a caixa embaixo de uma luz forte, pois como nossas amiguinhas são muito foto sensíveis, elas vão se dirigir rapidamente para o fundo do recipiente, deixando a superfície toda para você utilizar da forma que bem quiser.

4- Maior área de Contato, essa dica como já explicamos na compostagem serve para os dois processos, pois ao picarmos o material facilitamos para as minhocas se alimentarem de partes menores de material.

Muitas pessoas utilizam os dois processos integrados,(sistema das três caixas ou baldes acoplados) eu particularmente não gosto muito desse método pois entendo que o ambiente ideal para uma composteira não é o mesmo para um minhocário e por isso não gosto da ideia de integrar os dois processos, hoje depois de muitas experiencias posso dizer que fiquei muito satisfeito com os resultados obtidos a partir do método que mostrei no penúltimo vídeo sobre o tema, no qual realizo os dois métodos separados e utilizo o resultado da compostagem como produto para a alimentação das minhocas na vermicompostagem/minhocário a fim de produzir um húmus de minhoca rico em nutrientes em muito menos tempo que em métodos tradicionais.



Espero que tenham gostado da leitura!

Leia alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !


Siga-nos nas principais redes sociais!
Nosso Instagram
Nosso Grupo no Facebook
Nosso Twitter
Nossa Comunidade G+

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Dicas e Informações sobre o cultivo de abacate!

O abacate é uma árvore de porte grande que pode crescer cerca de 20 metros, seu cultivo se dá através de sementes, que podem ser plantadas em vasos para produção de mudas.




Benefícios para saúde

Embora a fruta seja muito calórica, é também abundante em vitaminas, nele encontramos as Vitaminas A, B, C, K e E, além dos minerais cálcio, ferro, potássio, fósforo, manganês, sódio e zinco, seus benefícios a saúde são diversos e dentre eles podemos destacar:
- Proteção contra os canceres de Boca, mama e próstata.
- Ajuda na diminuição do colesterol ruim.
- Proteção para os olhos diminuindo a probabilidade de aparecimento de doenças como degeneração macular e cataratas.
- Diminuição de problemas cardíacos e cerebrais.
- melhora na absorção dos outros nutrientes quando consumido junto a outros alimentos.



Clima ideal

O melhor clima para o plantio é o sub tropical ou tropical úmido, com temperaturas entre 15 e 23 graus celsius, o ideal é plantar pelo menos 2 mudas que tenham períodos de floração diferentes.

Solo ideal

O solo para o plantio deve ser rico em matéria orgânica, bem drenado, permeável e profundo, as mudas podem ser plantadas em vasos até certa idade e depois replantadas em solo para se obter o melhor aproveitamento da planta.



Dicas para o cultivo

A produção das mudas inicia-se com as sementes, que devem ser retiradas da fruta delicadamente.
O próximo passo é retirar a fina casca que envolve o caroço para facilitar o processo de germinação, depois precisamos inserir a semente com a parte mais larga em um copo com água mantendo a mesma na borda do recipiente com o auxilio de palitos fincados no caroço da fruta.
Depois de uma semana sua muda soltará as primeiras raízes e na segunda semana começará a brotar o caule.
Após a formação do caule e o aparecimento das primeiras folhas entendemos que é o melhor momento para transplantar para terra, com a certeza de que você não perderá sua jovem muda.
Eu utilizo um pequeno vaso ou uma garrafa pet furada no fundo para acomodar seu abacateiro, em criadouros eles usam saquinhos pretos, para as raízes não pegarem sol, uma ideia interessante é pintar as garrafas para evitarmos problemas.


Enxertia e Transplante

Quando a muda tiver com cerca de 30 centímetros de altura é a hora perfeita para realizar a enxertia, consiga o pico de um galho de um abacateiro adulto da espécie que preferir e realize o procedimento usando a técnica da fenda cheia ( iremos mostrar em um vídeo futuramente com todos os detalhes)


Após um período de estabilização da muda com cerca de 10 meses e uns 50 centímetros chega a hora de transplantar para local definitivo, faça uma cova profunda cerca de 60 cm, e preencha com uma mistura adubada com o adubo de sua preferência e em seguida retire o torrão e plante com cuidado.


Colheita

A colheita do abacateiro ocorre cerca de 3 anos do semeio, para mudas enxertadas e uns 6 anos depois do semeio para mudas comuns.


Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram



terça-feira, 24 de novembro de 2015

Como Plantar Milho.

Hoje nós vamos dar algumas dicas e informações para vocês cultivarem milho em sua horta em vasos ou em canteiros. O milho é um dos  cereais mais cultivados em todo o mundo, isso sé da pelo grande consumo pelo setor alimentício como também pela ampla utilização em fazendas devido a grande variedade e formas de utilização tanto na culinária quanto na pecuária.





Benefícios para Saúde


O milho é fonte de vitaminas A, B1 e E, e sendo rico em ferro, fósforo, potássio e cálcio e carboidratos, além disso também possui fibras, que são responsáveis pela prevenção
 contra doenças como hemorroidas, prisão de ventre e cancro retal.





Sementes


A primeira coisa que devemos verificar para efetivar o plantio de milho é a escolha das sementes, atualmente no mercado a maioria das sementes disponíveis são híbridas, estas sementes são produtos de cruzamento de duas espécies puras de milho, utilizando as melhores características e cada uma delas para obter um cultivar uniforme com alto poder de produção padrão, para produção em alta escala. importante entender que se vocês escolherem sementes híbridas para o plantio, não devem utilizar o resultado colhido para um novo plantio, pois o cruzamento de das plantas híbridas não geram plantas que acompanham o elevado desempenho dos pais, caso exista necessidade de se plantar as sementes cultivadas e, sua lavoura o aconselhável é usar as sementes do tipo variedades, que embora não tenham o mesmo padrão das híbridas se reproduzem com as mesmas características das plantas antecessoras. 




Clima Ideal


O ideal para o cultivo de milho é a temperatura entre 15 a 20 graus, podendo oscilar uns 5 graus para mais ou menos sem perda do rendimento. A época para o plantio mais indicada é a época em que começa o período das chuvas, que na região sudeste do brasil ocorre entre setembro e outubro, as plantas podem chegar a 2 metros e meio de altura dependendo do cultivar e precisam de pelo menos 4 horas de sol por dia.




Solo Ideal


O solo precisa ser bem drenado, com boa disponibilidade de nutrientes na superfície, caso no meio da cultura você perceba que as folhas estão ficando amareladas é interessante realizar uma adubação para manter as condições ideais para sua planta, para isso coloque húmus de minhoca ou esterco curtido  no solo perto do caule proporcionando assim mais nutrientes ao solo ,

Para os mais técnicos o pH ideal para o solo nesta cultura se encontra por volta de 6,5, e interessante ainda observar sobre o solo é que se faz necessário manter o solo úmido até as espigas ficarem bem desenvolvidas, depois podemos suspender a irrigação, para realizar a colheita.



Dicas para o cultivo


Em relação ao semeio podemos fazer direto ou por auxilio de sementeiras, nas covas podem ser plantadas 2 ou 3 sementes e apos a germinação deixar apenas as mais vigorosas, caso tenha sido escolhido realizar o plantio através de sementeiras, as mudas devem ser replantadas em local definitivo quando tiverem cerca de 10 cm de altura, para cultivos pequenos o melhor espaçamento é o de 30 cm entre uma planta e outra.



Polinização

 Interessante observar que a polinização do milho é feita pelo vento entre duas plantas, então devemos plantar o milho sempre perto um do outro, para ter mais sucesso na produção das espigas,
Nunca plante apenas uma muda de milho, pois como a polinização é cruzada faz-se necessário pelo menos duas mudas para se obter espigas, o ideal é pelo menos 4 para se ter uma maior probabilidade de sucesso, interessante também é observar a disposição das plantas, para isso plante suas sementes ou mudas em formando um quadrado se forem quatro ou um triangulo caso tenha apenas 3, a menos que falte espaço não façam uma linha reta  pois as ultimas e as primeiras da linha terão menor probabilidade de polinização.


Colheita


A colheita do milho demora cerca de 4 a 5 meses para ser efetivada, existem cultivares que dão duas ou até 3 espigas, no mesmo pé, o milho não é uma cultura perene, por isso após a colheita o pé é descartado ou utilizado como composto e no ano seguinte deve-se plantar novos plantas.






Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram






quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Como Plantar inhame em vasos!

Hoje vamos escrever um pouco sobre uma planta que no Brasil, tem certa diferenciação de nomenclatura, se trata do Inhame, planta do gênero Colocásia da família das Araceae, que no sudeste e sul é chamada de inhame, mas no nordeste e norte é chamada de Cará.






Benefícios Para Saúde



O inhame que geralmente na culinária é usado em sopas e ensopados acompanhando diversas carnes possui vitaminas B6 e C, além de grande quantidade de Potássio, manganês, ferro, magnésio, carboidratos e fibras.




Alguns de seus principais benefícios são:


-Proteção dos Vasos sanguíneos pela quebra do aminoácido homocisteína.
-Controla a pressão arterial
-Combate os radicais livres protegendo de alguns tipos de canceres




Dicas de Cultivo


Para cultivar o inhame em casa em vasos ou em canteiros, você deve primeiro adquirir alguns tubérculos, que não precisam ser grandes, basta que sejam sadios e maduros, podem ser facilmente comprados em supermercados.


Coloque seu inhame com o futuro caule para cima em um recipiente com água e deixe por aproximadamente 2 semanas e meia.


Insira apenas cerca de 30% do inhame na água e deixe o resto para fora, de 2 em dois dias troque a água, para renovar os nutrientes e evitar o aparecimento de mofos e fungos.


Quando brotar diversas raízes laterais plante a muda num vaso de aproximadamente 40 cm de profundidade ou canteiro com a terra bem descompactada, drenada e rica em matéria orgânica.





Cima ideal

As melhores regiões para o plantio é em climas quentes e úmidos, com temperaturas entre 20 a 29 graus,



Solo Ideal

O solo perfeito para o plantio é aquele:

- Bem descompactado de preferência com muitas minhocas para as raízes da planta não encontrarem dificuldades para o crescimento.
- Bem drenado, com boa aceitação para argilo arenoso
- Bem irrigado, se mantendo sempre úmido, mas nunca encharcado para evitar o apodrecimento dos tubérculos.
- E que esteja com o pH por volta de 6.

Essas são as principais dicas para plantar inhame em vasos, experimentem fazer em casa e depois me digam quais foram os resultados, grande abraço a todos e boa sorte nos cultivos.


Colheita

Cerca de 240 dias depois, conforme mostro nesse outro vídeo, seus legumes já podem ser colhidos, basta retira-los da terra e destaca-los da touceira mãe.


O inhame é uma dica muito legal para cozinhar com carnes, fazendo excelentes ensopados.
Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram


segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Como Plantar Maracujá facilmente em casa!

Olá pessoal como já é de costume em nosso canal depois de um vídeo postado soltamos um post aqui no nosso blog sobre o mesmo assunto, e nessa semana escreveremos sobre o maracujá, passaremos algumas considerações importantes sobre o cultivo desta deliciosa fruta, que é muito produtiva e quase não da trabalho para se cultivar.


Benefícios do Maracujá

O maracujá é um fruto da família das passifloras, possui fontes de vitamina A e C, além de Ferro, Potássio e outros minerais, entre seus maiores benefícios estão:
-Princípio ativo passiflorina que ajuda a relaxar acalmando quem utiliza..
-Efeito antioxidante nas células blindando o organismo contra o ataque dos radicais livres ao nosso DNA e prevenindo alguns tipos de canceres, envelhecimento.
-Diminui também problemas de pressão alta e melhora a qualidade cardiovascular.




Clima Ideal 

Para o melhor desenvolvimento a planta gosta de locais quentes e muito ensolarados, locais e épocas do ano com dias mais longos, são mais beneficiados para o plantio, plantas cultivadas em litorais tendem a atingir ótimos resultados, as melhores temperaturas para o cultivo são em torno de 20 a 32°C.

A polinização pode ser feita manual com o auxilio de um pincel ou através de insetos, como a mamangava um dos mais poderosos polinizadores de maracujazeiros existentes,

O Solo

O solo ideal é aquele rico em matéria orgânica, com boa fonte de nutrientes, e bem drenado, pois suas raízes não suportam encharcamentos.

O Plantio

Para plantar o maracujá usamos o sistema de mudas onde conseguimos um fruto sadio e maduro, abrimos e retiramos a polpa separando as sementes.
De posse das sementes colocamos para secar por uma semana e em seguida utilizamos  garrafas pet furadas, para acondicionar um substrato adubado com húmus de minhoca e 4 sementes por plantio.
Depois de 15 dias quando nossas sementes já foram germinadas desbastamos ou separamos  para deixar apenas uma muda em cada recipiente.
Com cerca de 60 há 80 dias quando nossa muda já se encontra com cerca de 1 metro de comprimento, está na hora do plantio em local definitivo.

Em plantios comerciais utilizamos um moirão na vertical para a planta subir e dois arames laterais (um para cada lado para que a planta fique em forma de T, Já em cultivos domésticos geralmente fazemos carramanchoes ou pergolatos no quintal para que o maracujá possa se estender pegando a maior área possível de sol a fim de produzir muitos frutos.



Polinização

Para que as flores se transformem em frutos, estas precisam ser polinizadas, essa polinização pode ser feita através de insetos, tais como mamangavas ou abelhas, ou manualmente utilizando um pincel, no nosso próximo vídeo sobre maracujá prometo que mostrarei como se faz manualmente.





Colheita

Quando os frutos estiverem perto de amadurecer é hora de realizar a colheita, para isso  basta sacudir o pé e recolher os frutos que eventualmente caírem no chão.

Uma das piores pragas para quem cultiva maracujá em casa são a benditas lagartas que em pouco tempo podem comer todas as folhas novas de uma planta, para isso interessante é ficar atento para ao menor indício eliminar as invasoras.



A fruta é altamente utilizada em nossa culinária para produção de sucos, musses e diversos outros doces, na época de colheita geralmente conseguimos grandes quantidades da fruta, uma dica interessante é congelar a polpa para se ter o ano todo essa fruta maravilhosa.



Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram



segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Como Plantar Abacaxi em Vasos!

                  O abacaxi é uma planta da família das bromeliáceas, é uma planta nativa da América do Sul, cultivada em regiões tropicais pode chegar a um metro de altura e suas frutas podem ser geradas em todas as épocas do ano.





A fruta é uma ótima fonte de vitaminas e minerais tais como vitamina A, B e C, além de zinco, magnésio, fósforo, cálcio e ferro, devido a presença da enzima bromelaína ainda traz outros benefícios, tais como a melhoria na digestão devido a quebra das moléculas de proteínas presentes nos alimentos, e o desprendimento dos mucos nos brônquios e a desobstrução das vias aéreas ajudando e prevenindo em casos de bronquite e asma.



CULTIVO

O cultivo dos abacaxis embora seja muito fácil, pode ser um pouco demorado, pois após o plantio só será possível colher o fruto cerca de um ano a dois anos depois, contudo a planta é muito bonita e pode facilmente ser usada para decorar ambientes em varandas e sacadas.




Clima

O clima ideal para o plantio é de 16 a 20 º C, existem vários tipos de cultivares, sendo os mais comuns o  Smooth Cayenne, Perola, Perolera, Primavera e Quinari.




                A planta é semi perene e pode durar por alguns anos dando frutos, para o plantio você precisará de uma parte cultivável da fruta, que pode ser: a coroa mais comum em plantações caseiras, os filhotes, brotações que nascem abaixo do fruto novo, ou rebentos brotações que saem da planta bem abaixo do pendulo do fruto.


             Tendo comprado um abacaxi maduro não podre no mercado, corte a coroa deixando 2,5 centímetros de popa, coma seu abacaxi e deixe secar ao sol sua coroa, depois de uma semana ou duas sua futura planta já estará cicatrizada, coloque a coroa num copo com água por 2 semanas até formar raízes na muda, lembre-se de substituir a água do copo a cada 2 dias para fornecer mais nutrientes para sua planta e evitar aparecimento de mal cheiro mofo ou fungos.


Solo ideal

Depois de duas semana na água num local arejado e ensolarado, retire sua muda do copo e plante em local apropriado, que pode ser num vaso ou num local apropriado no seu jardim, o pH da terra deve ser por volta de 5, terras de jardim geralmente tendem a ser ácidas, adubos com composição de amônias também ajudam na acidez do solo.


       Você pode facilmente plantar abacaxis em vasos, a planta é pequena e super recomendada por ter um aspecto bonito com ar decorativo.

Iluminação

Sua muda precisa pegar pelo menos de quatro a seis horas de sol por dia e ser irrigada uma vez ao dia no período da manha ainda em relação a rega, mantenha o local de plantio sempre úmido sendo vaso ou terreno , nunca encharque a terra, pois se fizer isso sua muda irá apodrecer.



Colheita

Depois da primeira colheita seu abacaxi seguirá produzindo através de brotações laterais, por alguns anos, esta planta pode chegar a cerca de um metro de altura, se ficar muito grande para o vaso que foi plantada transplante sem abalar o torrão, se tudo correr bem em um ano e meio ou no máximo dois você terá sua primeira fruta linda e doce pronta para o consumo sem adição de agrotóxicos.





Assista outros vídeos de cultivo de frutas em vasos!






Desde já agradeço pela leitura de todos!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Como Plantar Couve em vasos

                 Hoje falaremos sobre o cultivo de Couve, hortaliça pertence a família das Brassicaceae, a mesma do repolho, couve flor e brócolis, que se diferencia dessas outras pelo sabor, textura e por não formar cabeças, sendo colhidas folhas separadas, vigorosas que saem do caule e se tornam maiores, com o tempo.




Benefícios a saúde!

              A COUVE faz muito bem a saúde possuindo diversas vitaminas tais como A , B1, B2, B3, B5 e K , além de muitas serventias para nosso organismo, tais como o efeito antioxidante, que bloqueia a ação de radicais livres nas nossas células, combatendo a produção de células cancerígenas que podem atacar nosso organismo. Além disso tem propriedades anti inflamatórias, reduz o colesterol e mantem nossos ossos e dentes sadios.



Solo Ideal

              O solo mais adequado ao plantio de Couve é aquele bem drenado, rico em matéria orgânica, onde o pH esteja por volta de 6,0 a 6,8 sendo mantido sempre úmido nunca encharcado.


Clima Ideal

             O clima mais adequado ao cultivo desta hortaliça é o frio, a temperatura ideal para o cultivo está entre 4 a 20 ° C, em temperaturas elevadas o cultivo ocorre mas as folhas ficam menores, mais feias e com sabor diferenciado. Por isso nos lugares mais quentes do Brasil o ideal é cultiva-la no inverno.



Formas de Plantio

                  Podemos plantar a couve por dois métodos diversos: o primeiro padrão consiste em germinar sementes para criação de mudas:



                Para germinar as sementes utilizamos as sementeiras, padrão, tais como copinhos, jornais ou tubos de papel higiênico, furado em baixo para escoar a água e completamos esses recipientes com nosso mistura para germinação que consiste em 70% de húmus de minhoca ou substrato leve e 30 % de vermiculita ou areia média de construção, dessa forma colocamos cerca de 3 sementes em cada célula e cobrimos com 1 cm de terra, aguardando a germinação!

                          Mantendo a umidade Em cerca de 10 dias ocorre a germinação e em 30 a 35 dias já temos uma muda padrão com cerca de 10 a 15 cm com torrão pronta para o transplante.

                         Desbaste as mudas menores e mais feias e retire as melhores com a maior porção de terra e raízes possível, Forme mudas padrão extraindo das sementeiras as plantas mais vigorosas.

                   Outra forma muito eficaz de se propagar mudas de Couve sem ter que plantar sementes, é por estaquia de brotos laterais, dessa forma basta retirar um pequeno broto de aproximadamente 0,5 centímetro de diâmetro e 15 cm de comprimento e fincar na mesma mistura usada para germinação dentro de uma garrafa pet furada em baixo e esperar 30 dias até  o enraizamento para poder replantar em local definitivo.

                      A planta pode ser cultivada em canteiros ou em Vasos de no mínimo 15 litros, durante o cultivo principalmente em épocas de maior umidade tente não regar as folhas da planta para evitar a incidência de fungos e pulgões, estufas são ideais para afastar as pragas.

Colheita


                    A colheita é feita por volta de  noventa dias após o inicio e a dica básica é sempre ir retirando as folhas de baixo mais velhas mantendo pelo menos 5 folhinhas no pé para não enfraquecer a planta e caso o pé de couve fique muito alto, podemos podar o cume da planta para fortalecer o crescimento dos brotos laterais. para propagação.

             

                  Espero que tenham gostado do material, se ficou alguma dúvida não exite em questionar, abraço a todos os amigos do Pomar e Horta em Vasos!



Leia alguns outros tópicos do blog:

Siga-nos nas principais redes sociais!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Como plantar bananeiras!



As bananeiras são árvores de porte médio que plantamos através de mudas, um pé adulto da planta quando se enraíza começa a brotar produzindo bananeiras adjacentes filhas, em cultivos profissionais costuma-se deixar apenas uma família para produção de cachos de bananas. Em cultivos domésticos as pessoas costumam deixar todas as brotações,  formando assim uma tosseira de bananeiras.

A banana é um alimento rico em vitaminas e minerais tais como cálcio, fósforo, ferro e potássio. A vitamina B1 que existe no fruto, ajuda no sistema nervoso, melhora o humor, a memória e a regularidade do sono.

Como não possui sementes o bananal é criado através de mudas, estas devem ser  destacadas da tosseira com uma quantidade de raízes suficientes para lhes garantir nutrientes até o enraizamento das novas plantas, existem muitos tipos de bananeiras, tais como prata, ouro, maça, vinagre, rosa, nanica, nanicão e etc.... O plantio de todas as espécies pode ser realizado da mesma forma.

A primeira coisa que devemos fazer é ter em mente o local que vamos realizar o plantio, a bananeira gosta de um lugar que pegue bastante sol, e que seja bem irrigado, em contrapartida a água não deve permanecer em suas raízes, para evitar o apodrecimento, por isso interessante que o solo seja bem drenado, e por último que exista grande quantidade de matéria orgânica, como fonte de nutrientes.

As temperaturas limites para o plantio de banana é de 15°C a 35°C, quanto mais umidade no ar, melhor para propagação das plantas , contudo deve-se ficar atento ao aparecimento de doenças nas plantas.


De posse de sua muda e já sabendo onde irá plantar, é hora de cavar uma buraco que pode ser de 30x30x45, feito isso misture alguns ingredientes de adubação a terra que foi retirada da cova.

Use o adubo que esteja disponível, tal como esterco de vaca curtido, ou húmus de minhoca ou se preferir uma fórmula padrão de NPK, comercial, caso tenha feito análise de solo, e este esteja ácido utilize calcário para calagem corretiva.

Não preencha o buraco até o final, pois se manter uma cova será mais fácil de realizar uma futura adubação, interessante adubar a cova a cada 2 meses sempre analisando o solo para saber as necessidades, caso não seja possível realizar a análise, pode-se usar esterco de curral curtido ou outro adubo orgânico para manter a planta fortalecida e garantir frutos bonitos e vigorosos.

Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Como plantar morango em vasos

Hoje, vamos dar algumas informações sobre o cultivo do morango em vasos, no vídeo descrito a baixo mostramos algumas dicas para se retirar sementes de morangos e planta-las em uma sementeira adequada:


No segundo vídeo do canal apresentamos o processo de propagação de mudas através dos estolões, que são hastes que criam raízes e novas folhas originando uma nova planta em pouco tempo, com as mesmas características da primeira.


                     Se for utilizar a técnica dos estolões, muito cuidado na hora de separar as duas mudas, só faça isso se você tiver certeza que a muda filha já está com raízes suficientes para total independência, pois muitas pessoas perderam mudas por que separaram antes.




                 Caso você ainda não tenha uma muda de morango pronta para lhe fornecer o estolão e criar outras, você pode comprar alguns morangos no mercado e retirar as sementes, Para fazer isso deixe um morango ao sol para que a fruta desidrate completamente, depois basta raspar o moranguinho seco em cima de uma papel toalha e coletar muitas sementes de uma única fruta .




Criamos um vídeo com as dicas mais importantes para o cuidar de uma planta de morango adulta, para quem já tem um pezinho ai em casa vale muito a pena assistir:





Clima Ideal

O morango gosta de temperaturas mais amenas por isso o ideal é que seja plantado em lugares mais frios não ultrapassando nunca 25 º C , embora precise de temperaturas baixas a planta gosta de sol direto, e não é aconselhável que seja exposta a chuvas de granizo e ventos muito fortes.

Solo Ideal

O solo deve ser bem drenado, rico em matéria orgânica com pH 6 a 6,5, se estiver mais ácido adicione calcário antes do plantio para realizar a calagem, quando plantado no solo deve-se cobrir bem os canteiros com palha ou plásticos pretos para que as frutas não entrem em contato com a terra e apodreçam.

Colheita



A colheita do morango ocorre cerca de 70 a 90 dias após o plantio indica-se plantar em abril ou maio ocorrendo a colheita em julho ou agosto, existem espécies que frutificam o ano todo, por isso se você vai plantar em jardineiras ou em vasos de preferência a estas cultivares.



Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Como plantar Cenouras em vasos!

Olá caros amigos, nesta semana o Canal e o blog Pomar e horta em vasos trazem para vocês algumas dicas básicas para se obter bons resultados no plantio da cenoura, acompanhe o vídeo e o post para saber todas as informações sobre o assunto.



A cenoura é um legume muito importante para visão, pele e mucosas, possui betacaroteno, é fonte de vitaminas A, C, B2 e B3,  fósforo, potássio, cálcio, sódio e fibras.



Nesse legume tudo pode ser aproveitado pois podemos consumir a raiz, parte laranja que fica enterrada na terra e as folhas jovens, que ficam disponíveis.

Para o plantio dos cultivares comuns é necessário possuir um vaso profundo com no mínimo 30 cm de profundidade, já para plantar cenouras redondas tipo Nice pode ser utilizadas jardineiras comuns.





O solo deve ser rico em matéria orgânica, bem drenado e descompactado, livre de pedras e outros detritos duros que possam impedir o crescimento do legume.


A temperatura mais interessante é entre 16 a 22 graus, contudo entre 10 a 28 graus ainda é possível cultivar.

A cenoura precisa de boa luminosidade para crescer forte e saudável, interessante é pelo menos umas 4 horas de luz direta solar por dia, dizem que existe possibilidade de crescer na sombra desde que tenha boa luminosidade,( ainda não consegui comprovar isto).



A irrigação deve ser realizada uma vez ao dia de manhã antes do sol forte ou a tarde depois que o sol já foi embora, o ideal é que seu solo esteja sempre úmido, nunca encharcado nem seco.

Dicas para o plantio!

1-Descompacte a terra do seu vaso, e misture um pouco de calcário e um adubo de sua preferencia, aguarde por pelo menos um mês para o plantio,

2-Misture a terra e mantenha descompactada na data do plantio, retire uma fina camada de terra e polvilhe as sementes,

3-Polvilhe a camada de terra retirada para cobrir todas as sementes,

4-Regue constantemente uma vez ao dia,

5-Retire as plantas que estão concorrendo com as mudas selecionadas,

6-Colha suas cenouras cerca de 60 a 120 dias após o plantio, não deixe ficar muito velha no canteiro pois o legume fica muito fibroso e perde a maciez ideal para o consumo.




Agora mãos a obra e um ótimo plantio para todos vocês.


Não deixem de dar uma olhadinha nos outros vídeos da série:

Dicas para cultivar alhos em vasos !



Dicas para cultivar cebolas em vasos!


Espero que tenham gostado da leitura!

Leia alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !


Siga-nos nas principais redes sociais!
Nosso Instagram
Nosso Grupo no Facebook
Nosso Twitter
Nossa Comunidade G+


domingo, 30 de agosto de 2015

Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !

                   Quando se tem vontade de começar um pequeno pomar em casa e não se tem local adequado no solo para o plantio direto, pensamos logo em realizar nosso sonho em vasos grandes, que possam conter da melhor maneira possível nossas amigas frutíferas.




                A primeira coisa que precisamos entender é que as vezes é bem mais interessante adquirir uma muda enxertada que semear a árvore e esperar por frutos, uma árvore enxertada nada mais é do que uma junção de duas espécies, uma muito resistente que fica em baixo fornecendo o sistema de raízes, e a outra produtiva, geralmente sensível, com a especialidade que queremos consumir:



Plantio


O processo de plantio não é tão difícil precisando apenas de alguns cuidados básicos para sua nova muda ser alocada da melhor forma no novo local estabelecido. Veja no vídeo a seguir como realizar o procedimento:


Adubos

            Depois de um tempo dentro do vaso percebemos que os nutrientes disponíveis na terra começam a diminuir  e por isso se faz necessário uma adubação regular para garantir a prosperidade da sua árvore, geralmente utilizo quantias pequenas em períodos de tempo de três meses, dessa forma nunca faltam nutrientes para as plantas.
Podemos utilizar todos os tipos de adubos orgânicos, (torta de mamona, farinha de osso, húmus de minhoca, esterco curtido de animais ou até cinzas de queimada de árvores),  ou químicos como formulas de NPK presentes no mercado (10-10-10) para mudas em formação e (4-14-8) para mudas em fase de produção.

Como Adubar


                   As plantas precisam de muitos nutrientes, tais como Nitrogênio, Fósforo, Potássio, Cálcio, Magnésio, Enxofre e outros chamados micronutrientes, como Cálcio, magnésio e enxofre.
Para uma adubação detalhada a base de NPK acompanhe o vídeo descrito a seguir:



Como Irrigar


                A correta irrigação também é importante, como nossa planta não esta no solo não podemos nos dar o luxo de esperar que nossas raízes retirem água do subsolo, dessa forma precisamos regar frequentemente para manter nossa terra sempre úmida, nunca encharcada, para quem quer mais tranquilidade existem meios de ter menos trabalho com a rega de suas plantinhas no vídeo abaixo mostramos uma ideia para irrigar automaticamente seus vasos só utilizando a força da gravidade:



Dicas Importantes


               Não deixando faltar nem água nem sol e adubando a cada três meses você com certeza terá um pomar muito bonito e fértil, produzindo frutos saudáveis para sua família e propiciando a você momentos felizes com este hobby maravilhoso.
                Neste vídeo preparamos um apanhado geral das 4 dicas mais importantes para o cultivo de frutíferas em vasos:


Manutenção de Frutíferas em Vasos

              Caso sua planta tenha sido plantada há muitos anos pode ser necessária uma manutenção mais drástica, realizando procedimentos como revitalização da terra e poda das raízes, acompanhe no vídeo abaixo como proceder da melhor forma possível:




Para quem tiver interesse deixei alguns vídeos de nossas plantas em vasos carregadas de frutas:




Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram

domingo, 16 de agosto de 2015

Como plantar cebolas em vasos

      Hoje traremos algumas dicas para quem quer realizar o sonho de colher suas próprias cebolas em casa, com alguns macetes você vai ver que podemos utilizar as cebolas que compramos nos supermercados sem precisar semear e aguardar a germinação, e o melhor de tudo é que não perdemos nossa cebola, podemos usa-las e depois plantar só a parte de baixo.


Dessa forma vamos descrever aqui o passo a passo para facilitar o processo:

1- Pegue uma cebola corte a parte de baixo( a parte com raizes ) use na cozinha a parte de cima.


2- A parte de baixo que seria descartada coloque em um copo com um pouquinho de água o suficiente para encobrir somente as raizes.

3- Depois de Alguns dias na água você verá que começará a brotar sua cebola, caso apodreça significa que você cortou muito rente a raiz e não deixou o mínimo necessário para brotação.
4-Deixe mais alguns dias na água até a planta ficar como uma cebolinha o que mostrará que sua cebola já está mais forte e poderá ser replantada.


5- Por fim plante nossa amiga cebola na terra deixando a parte de cima exposta e as raizes desenvolvidas na escondidas na terra.


6- Despois de uns 5 meses quando as folhas começarem a amarelar e secar você saberá que está próximo da colheita.


Informações importantes

A cebola como muitas outras culturas precisa de pelo menos 4 horas de luz solar por dia
O solo precisa ser bem drenado,  muito rico em matéria orgânica e estar sempre úmido.

Não deixe de Acompanhar também dicas sobre o Plantio de alho no youtube!



Desde já agradeço pela leitura de todos!


Não deixem também de ler também alguns outros tópicos do blog:
Como germinar mais rapidamente as sementes no Inverno!
Super adubo líquido orgânico caseiro, natural e grátis!
Como cuidar de suas árvores frutíferas em vasos !
Como plantar morango em vasos!
Como Plantar Maracujá !



Siga também nas redes sociais!
Nosso Instagram